Igreja em Serra

Mensagens sobre oração

Oração: um mistério

 

 A oração é um mistério; e depois de analisarmos algumas questões sobre o assunto, creio que apreciaremos ainda mais o caráter misterioso que envolve a oração, pois é assunto de difícil compreensão. Com isto não estamos sugerindo que o mistério da oração seja incompreensível ou que os variados problemas referentes à oração sejam inexplicáveis. Simplesmente indica que poucas pessoas realmente conhecem a fundo essas questões. Por causa disto, poucos são verdadeiramente capazes de realizar muito para Deus no ministério da oração. O poder da oração reside não no quanto, oramos, mas no quanto nossas orações estão de acordo com o princípio da oração. Somente as orações que possuem esse princípio têm valor verdadeiro.

            A primeira pergunta que se deve fazer é: Por que orar? Para que serve a oração? Não é Deus onisciente e onipotente? Por que espera ele que oremos para começar a operar? Uma vez que ele sabe, por que devemos contar-lhe tudo (Filipenses 4:6)? Sendo Todo-poderoso, por que Deus não opera diretamente? Por que precisa ele de nossas orações? Por que somente os que batem entram (Mt 7:7)? Por que diz Deus: “Nada tendes, porque não pedis” (Tg 4:2)?
 

Oração – Preparação do caminho de Deus

Um servo do Senhor disse de forma correta: A oração é a estrada da obra de Deus. Deveras, a oração está para a vontade de Deus assim como os trilhos estão para o trem de ferro. A locomotiva tem poder: é capaz de correr milhares de quilômetros por dia. Mas se não existirem trilhos, não poderá avançar um centímetro sequer. Se ousar mover-se sem eles, logo afundará na terra. Pode percorrer grandes distâncias, mas não pode andar onde não existem trilhos. Tal é a relação entre a oração e o trabalho de Deus. Não acho necessário explicar com detalhes, pois acredito que todos podem reconhecer o significado desta parábola. Não há dúvida que Deus é Todo-poderoso e opera poderosamente, mas não pode trabalhar nem trabalhará se você e eu não trabalharmos com Ele em oração, se não prepararmos o caminho para Sua vontade, e orarmos “com toda oração e súplica” (Ef 6:18) para dar-lhe a capacidade de operar. Muitas são as coisas que Deus deseja fazer e gostaria de fazê-las, mas Suas mãos estão atadas porque Seus filhos não cooperam com Ele e não oram a fim de preparar os seus caminhos.

Leia mais...

A oração é o resultado do nosso desfrute do Senhor

 
Para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior; e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé. Para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus.
Efésios 3:16-17a, 19b.
 
A seguir, nos versículos 18, 19 e 20 de Efésios 5 nos é apresentado que tipo de pessoas são fortalecidas pelo Espírito no homem interior, ocupados por Cristo no coração, e cheios em todo o seu ser até a plenitude de Deus. Esses versículos dizem: "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo".

Salmos, hinos, louvores e ações de graças são o transbordar de ser cheio no espírito. O fato de o transbordar incluir cânticos indica que se trata de desfrute. Sempre que cantamos há uma forte prova de que desfrutamos algo. Portanto, ser cheio no espírito é desfrutar o Senhor, e em tal condição derramamos nosso louvor e gratidão a Deus. Louvor e ação de graças são o transbordar do desfrute interior de Cristo. Além disso, é desse desfrute que provém o viver adequado de maridos, esposas, filhos, pais, servos e senhores na vida cristã (vs. 22, 25; 6:1, 4, 5, 9).

Orar diariamente para sermos guardados do maligno

 

Diariamente precisamos orar: “Senhor, guarda-me do maligno”. Isso é muito simples, porém nunca podemos nos graduar em tal prática. Em Mateus 6:13 o Senhor nos ensinou a orar “E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do maligno”. O Senhor nos ensina a orar dessa maneira, porque tal oração indica que não temos nenhuma confiança em nós mesmos. Deveríamos perceber que podemos que podemos cair a qualquer momento. Sem o Senhor somos frágeis e totalmente desamparados. Precisamos do Senhor momento após momento, instante após instante e dia após dia.

Leia mais...

A oração é a única maneira de receber a palavra como o Espírito

 
Não é necessário ensinar as pessoas a receber a palavra na mente. Elas fazem isso de modo espontâneo. Contudo, não são muitos os cristãos que sabem receber a palavra como o Espírito. A única maneira de recebê-la como o Espírito é pela oração. Não importa quão profundamente nós a recebamos, ela não será vida para nós enquanto não tivermos oração adequada. Uma pessoa pode ouvir o evangelho e ser profundamente inspirada e movida pelo Espírito Santo. Contudo, se ela não orar, não poderá ser salva. Não importa quão profundamente seja inspirada, ela ainda precisa orar; isso é um princípio. Muitas vezes fomos inspirados por uma boa mensagem, mas deixamos de orar. Assim, depois de pouco tempo a inspiração se vai. Para guardar a mensagem que ouvimos e pela qual fomos inspirados, devemos imediatamente introduzi-la em nosso espírito por meio da oração. Então, ela será semeada em nosso espírito e mesclada com ele pela oração. Orar faz uma enorme diferença.

Leia mais...